segunda-feira, dezembro 15, 2008

Lar de 3a idade

Ora Viva, obrigado a quem vai passando.
Hoje fiz uma reportagem num lar de 3a idade. Já alguma vez visitaram uma destas casas?
É uma experiência inexplicável. Com a vontade de conseguir um bom testemunho, perguntei a uma residente que memórias tinha do Natal, respondeu que não quer falar dessas memórias, na esperança de alimentar conversa, mudei de tempo e perguntei pelo Natal no presente, respondeu-me com lágrimas nos olhos: olhe... - e encolheu os ombros.
Tirei algumas conclusões: a primeira é que as perguntas não me correram nada bem, e a 2a é que há memórias que o tempo tem que apagar, porque simplesmente a recordação não traz felicidade.
Conheço grande parte dos lares deste país, digo-o com propriedade; nem me atrevo a questionar as irrepreensíveis estruturas físicas e humanas, mas o facto é que são espaços onde a memória dos que nelas habitam vai, tranquilamente, desaparecendo. Recordar a felicidade também dói.
E acredito sempre em finais felizes...
Até já.
Hélder

sábado, novembro 29, 2008

acusa.

Ora Viva!

Querem acordar? Querem contribuir para a justiça de que todos e tantos falam tão bem, e fica tudo na mesma? Querem estar informados e despertos? Querem acusar as feridas que o homem provoca um ao outro?

visitem:

www.euacuso.com.pt

Assim vale a pena apontar o dedo.

Hélder

quinta-feira, novembro 27, 2008

Viva o Natal

Ora viva!
O que acham do Natal já começar em Outubro?
Uma maravilha...ainda estamos a guardar os protectores solares e já o pai natal exibe as melhores barbas de Inverno, cheio de neve e frio.
E nós lá andamos a viciar-nos nas compras e a acreditar que o natal é quando o homem quiser. Eu acho que o Natal é quando o comércio quer. Por isso mesmo há o dia dos namorados, da mãe, do pai, do carnaval, das bruxas, da primavera, da páscoa, do regresso às aulas, do início de verão, do fim de verão. Estão a ver... o Natal é sempre que o negócio quiser, muda-se o nome mas a filosofia é quase a mesma. E nós vamos na onda, na crista dela, a ser Maria vai com as outras temos que ser os primeiros a alinhar!
É bem verdade que o natal é todos os dias, todinhos, e houvesse mais dias no ano...
Para animar o espírito, aqui vai uma música da quadra!
Abraços e boas compras, que é quase o memo que: Bom Natal!

terça-feira, outubro 21, 2008

onde está Deus?

Ora Viva
Irmã Emmanuelle, um nome raramente falado entre nós, mas que alberga o tamanho do mundo, morreu este mês.
Esta freira, montou no Egipto uma barraca para apoiar os sem abrigo, mas antes foi uma professora regular, cansou-se ( percebo-a), na sua barraca não havia água nem luz, mas ajudou, determinantemente, na pobreza dos outros.
Da pequena tenda surgiu a sua obra, presente em mais de 10 países, e já deu a mão a mais de 60 mil crianças.
Só calçava ténis.
Defendeu a pilula e o casamentos dos padres, contra vento e marés! Uma revolucionária, mas essencialmente uma mulher de causas.

Quando me perguntam por Deus, eu respondo: está na irmã Emmanuelle, não conheço Outro.

Abraços

domingo, outubro 05, 2008

partilha

" Não há revolta no homem que se revolta calçado" diz Natália Correia, às revoltas que sinto necessidade de fazer, acho que andarei muito pouco tempo calçado. É só uma pequena partilha.

Toca a viver com o frio que aí vem!!


Ando atento!

Até já

terça-feira, setembro 09, 2008

SOU UM HOMEM FELIZ

Ora viva


Sou um homem feliz! Mas confesso que, por vezes, vivo fora do mundo.

Estou de férias....e aproveito sempre para estar uns dias em casa de família. Corridas na praia, fruta do pomar, passeio com a cadela, cheiro a terra e mar, dedicação à minha mãe. Fazem ideia do bem que sabe a compota feita pela mãe, com fruta criada pela mãe? É como viver vezes sem fim o que já vivemos de modo feliz.

Há um apresentador de televisão, dos famosos, que me chama o rústico. Antes irritava-me, acreditam que agora me enche de orgulho? Sou tudo aquilo que quero e tenho tempo tempo para construir tudo o que vou ser.

Uma partilha...às vezes penso: mas haverá alguém que lê estas coisas??

até!

quarta-feira, agosto 27, 2008

ACREDITO

Ora Viva
Porque acredito profundamente no lado luminoso da vida, e que todos os dias temos a extraordinária possibilidade de começar ( por exemplo, todos os dias começo a minha dieta, acho que amanhã é que vai ser!!!!), tenho para partilhar 2 boas notícias.
A associação Acreditar Portugal, quer incutir uma mensagem positiva de tudo o que é nosso, OPTIMISMO minha gente! www.acreditarportugal.org inscrevam-se e adiram a uma onda positiva. Coisas boas trazem boas coisas!
Outra boa notícia, os investigadores estrangeiros estão a escolher o nosso país para trabalhar. Venham mais cinco, e já agora os nossos cérebros que tiveram que sair do país para investigar, que voltem para esta lusitana nação.
Boas notícias também são notícia!
Abraços

quinta-feira, agosto 14, 2008

A favor desta morte?

Ora Viva.... Voltei.

Espero que o verão esteja a ser quente de programas, já que do tempo não esperem muito.

Porque nas férias também devemos pensar, caso contrário é tudo muito magro, muita salada, muito light, decidi pensar convosco sobre a eutanásia!!

Na resposta a um pedido de eutanásia Sarcozy, presidente Francês, responde: Por razões filosóficas pessoais acredito que não temos o direito de interromper voluntariamente a vida. A pessoa em questão suicidou-se pouco tempo depois desta resposta, e escreveu: Não me deixou outra escolha.

Os direitos humanos salvaguardam a dignidade da pessoa e o respeito pela sua liberdade, faz parte do direito universal. Quando a vida deixa de ter as propriedades necessarias ao minimo de qualidade e dignidade, não terá este indivíduo direito a terminar com a sua dor e por conseguinte dos seus mais queridos? Não estaremos nós a abusar na nossa autoridade de boa saúde para determinar que aquela pessoa tem que viver apesar da mesma não o querer e acima de tudo não ter condições físicas para que cumpra o destino de viver?

Nem sempre a morte é um castigo.

É claro que este é um tema muito difícil, delicado, íntimo, e que levanta muitas questões de um lado e do outro. Hoje coloco o peso da balança em quem quer finalizar o seu caminho. Amanhã outras questões levantarei.


Abraços

segunda-feira, junho 30, 2008

a minha nova companhia

video

Ola ola

Partilho a minha nova companhia!

Claro que aprendi novos conceitos de limpeza e paciência, a minha casa está virada do avesso e há horas a cumprir, mas vale a pena!!!

Espero que gostem, Phoebee é o seu nome, veio do canil Municipal do Porto, um sítio onde os animais são respeitados!

Adoptem um por lá! Eu acho qe os cães trazem uma boa energia...

Até já

domingo, junho 29, 2008

Gosto de gostar

Ora viva

Obrigado a quem passa!

Não me posso preocupar com aqueles que não me apreciam, tenho que me dedicar a quem se me dedica!

Dedicado ao Sr João, que acha que escrevo palermices, mas há meses que vem até cá, dedico esta partilha!!!!

Gosto das coisas simples, redondas e com sabor a frescura. Gosto do fim de tarde, e das mães com crianças nos braços. Gosto de escadas com sol, de roupa a secar e de casas brancas. Gosto de voltar a gostar das coisas pequenas, modestas e sem confusões. Gosto de dormir ao ar livre e procurar as estrelas nos olhos de quem se ama, gosto de encontar as formas das núvens. Gosto de ouvir gargalhadas e roubá-las para mim. Gosto de sol na pele e de pele morena. Gosto de luz luzes e velas.

Conhecem a música Coisas pequenas dos Madredeus?

Abraços

quarta-feira, junho 25, 2008

partilhar

Ora Viva

Que bom ver tantas sugestões. Entre a amizade, espiritualidade, gastronomia, a saudade, decidi escolher o que todos acabaram por fazer: partilhar!!!

Quem partilha gosta, cuida. Quem partilha vai ter saudades quando o deixar de fazer, quem gosta de cozinhar gosta de partilhar, é com os amigos que partilhamos o impartilhável!!

A sabedoria do dar está no saber não receber. E por mim falo, é difícil!!! Há quem diga que damos o que recebemos, não concordo, damos porque damos e recebemos porque recebemos, sem grandes trocas, nem como nem porquê!

E já agora, partilho uma série de televisão que comecei a ver, graças à partilha de um grande amigo, 7 palmos de terra, vale a pena parar por lá!

Abraços e mandem vir!!

sexta-feira, junho 20, 2008

Obrigado a quem passa!!!!

Sugiram um tema.

Abraços

terça-feira, abril 15, 2008

palavras

Ora Viva...

As palavras fazem cócegas, são elásticas e musculares. As palavras são seladas, sagradas, mentirosas e pecadoras.
As palavras são secretas, setas, tretas e lençóis. As palavras são marionetas e bicicletas, sardas e fardas.

As palavras são ordem e abraços, beijos e despedidas. São malditas e abençoadas. São crianças, jovens e velhas. São praias e desertos, esperadas e chegadas de surpresa. Quando mal usadas são dióspiros verdes em bocas maduras. As palavras são frutos e pedras, ervas.

São tudo isto, e o carimbo da alma... e a única voz que o sangue nos ofereceu.


Uma partilha....divirtam-se


Hélder

quarta-feira, março 19, 2008

Recomeçar sem Adão, Eva e Maças!!

Ora viva! Obrigado pelas passagens por cá!

Não sentem que se pensarmos muito no mundo enloquecemos? E que se não pensarmos somos uns danados de uns egoístas?

Da poluição aos atentados à liberdade, da corrupção à violência doméstica, da fome à excentricidade de um milionáro qualquer, do desemprego nacional ao novo aeroporto e os milhares de estudos!! Caramba, não é fácil acordar, sorrir, entrar no carro para o trabalho e parar no transito a gastar uma gasolina que mói o mundo e está pela hora da morte!

Ainda não conheço outro planeta para morar, se encontar apetece-me tanto mudar a mobília para lá e começar tudo de novo, mas sem a Eva, o Adão, a cobra e as belas maçãs.

Abraços gerais

segunda-feira, janeiro 28, 2008

poema

Ora viva

Desculpem o silêncio...tenho andado noutro mundo!!! :)

Partilho um poema que me acompanha há anos, é da Sophia de Mello B. Andresen


" Quando morrer, voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar"

Abraço e até amanhã