domingo, agosto 24, 2014

Viajar e Regressar

Ora Viva

Gosto muito de viajar. É um prazer e um investimento na minha cultura. Não há livro que substitua uma viagem. Considero-me um homem já com algumas grandes viagens feitas. Curiosamente, cada vez que faço uma incursão, já preparo a próxima. Não há nada melhor do que preparar uma viagem enquanto se está a viajar. Parece um movimento contínuo e intrínseco à minha rotina.

O mundo é, efectivamente, muito grande. Já me apercebi que não viverei o suficiente para todas as viagens que quero fazer, vou tentar acreditar que uma nova vida me dará o resto do tempo.

A par de viajar, gosto de regressar a casa. Mas gosto muito. O cheiro das minhas coisas faz-me falta. Em cada objeto estão as pessoas que amo, só elas vão e habitam o meu lar. Sabe-me bem entrar nas minhas paredes, no fim de uma viagem, abrir a porta e ainda com as malas na mão inspirar a minha casa. Encher os pulmões com o ar e a luz do sítio onde vivo, e matar saudades cá por dentro.

Entendo que viajar é tão bom como regessar. Em cada regresso nasce a vontade de uma nova viagem, certamente porque tenho um lugar para onde voltar e que tanto amo, a minha casa!
Até amanhã

4 comentários:

Anónimo disse...

Olà Helder.....viajar è uma partilha com as pessoas locales.....mas a mais Linda viaje è a do nosso interiore.....essa è a mais bella.....mais criadora porque ouvimos o que nos faz vibrar ou não.....inspiro me sempre .......beijão e alegria vai então essa canção para ti e tua Mama.....buona sera! Bizzzzzz Regardez cette vidéo sur YouTube :

http://youtu.be/OrOy3AI_5yo


Daniela. Envoyé de mon iPad

Sara Francisco disse...

É sempre bom voltar a casa..."casa" ... Quando deixa de ser palavra e se torna num sentimento esta simples palavra ganha outros contornos, contornos esses que as palavras não chegam para explicar....

Anónimo disse...

Helder, vê isso.....o ser humano deveria aprender disso.......Fantastico http://www.youtube.com/watch?v=lf08i5vqIvQ&sns=em
Bjhossss Daniela de Paris baciiiiiiiiiioooooo

Lara Rocha disse...

Que lindo! Até senti o gosto das tuas palavras...elas tocam-me :)