terça-feira, junho 10, 2014

O meu frigorífico

Ora Viva

Esta semana avariou-se o frigorífico. Já vos deve ter acontecido. Imaginam as consequências. Pois eu fazia uma vaga ideia do transtorno, mas nunca pensei em tanta confusão. Uma simples avaria mudou toda a minha rotina, e por muito que não goste de rotinas, há algumas que me sabem bem. Um frigorífico fez o que muitas pessoas tentaram fazer e não conseguiram: mudar-me hábitos. Tudo por que eu não tinha onde guardar frescos.

 A vida é assim, não um frigorífico, mas uma roda cheia de itinerâncias que sucedem pelos motivos mais inesperados. E quando damos por nós, mudamos. Deixamos de fazer como fazíamos, ou já não fazemos de todo. Mudar por fora, pode resultar em mudar por dentro, ou um movimento contrário. Mudar, simplesmente.


O meu frigorífico fez-me mudar. Não sei se as mudanças se vão manter, agora que ele voltou do sítio onde nasce o frio, mas pensei na mudança, na alteração de padrão, de hábitos. Questionei porquê assim, e não de outra forma. No fundo fez-me bem a tua ausência, meu simples frigorífico!

Abraço

9 comentários:

Anónimo disse...

Olà Helder, mudanças Tive muitas na minha vida e agora sei o que è mudar . Sei o que quer dizer agora.......e adaptaçào as mudanças! Agora eu jà sei o que isso requer! Agora não Tenho medo..........porque essa mudanças boa ou nào faz me sair Da minha zona de conforto ............sempre o arco iris volta ou permanece........sei que mesmo que o barco gira dum lado ou do outro aguardo o meu equilíbrio......agora sei!!!!!! Bjhos Daniela

Teresa Lopes disse...

Por vezes sao pequenas coisas que nos fazem pensar no sentido da vida e que nos fazem tanta falta no nosso dia a dia mesmo um simples aparelho!

Teresa Lopes disse...

Por vezes sao pequenas coisas que nos fazem pensar no sentido da vida e que nos fazem tanta falta no nosso dia a dia mesmo um simples aparelho!

Adriano disse...

Por vezes coisas "invisiveis" criam mais transtorno do que se poderia imaginar e então percebesse a falta que fazem, mas quebrar a rotina é bom = D

Anónimo disse...


ora viva!

é bom que as coisas certas do nosso quotidiano nos troquem as voltas na certeza porém que nos havemos novamente de acomodar, mas são essas voltas que dão o sentido e nos permitem testar as capacidades de resistência e resiliencia.
também gosto de observar quem passa, aliás costumava-me sentar em Santa Catarina a observar, os curiosos, os apressados, os pensativos, os sérios.
foi bom cruzar-me por acaso com este blog e rever-me nas tuas palavras.

continua..

justmaria



Manuel Vale Guimarães disse...

Mais um belo escrito teu Hélder ! A mudança é sempre bem sucedida sobretudo quando acontece em seres como TU . Mantém esta tua filosofia de vida, e, continua a brindar-nos com tão excelentes textos. Abraço amigo

Anónimo disse...

Olà ....um olà e essa canção que me define bem......porque a sempre uma que nos toca a Alma ! Tudo muda mas nòs ficamos o que somos até ao fim.....se fores gentil ficaras....è assim..........num mundo onde os valores encontram se a dériva.......
http://youtu.be/jKyYN45l8pQ
Bisous Daniela

Anónimo disse...

Olà. Vim aqui desejar que a tua inspiração illumina de amor todos e sobretudo se inspirar a tua Mama então serà o melhor romance do mundo (:-0) .....deixa a tua intuição invadir o que tens de profundo em ti sem révéler tudo pois ...........bjhosssss de sorte Daniela (:-0) gosto de pessoas que me inspirao que ela seja conhecida ou não.......fazer tudo com amor a melhor coisa!!!!! Não por convenienças........

Susana Rocha disse...

Coisas insignificantes (pensamos nós), quando nos faltam (Ah! que falta nos fazem!).

É a lei da vida, ontem, hoje e para sempre!

Susana Rocha