quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Vamos ser irreverentes e revoltarmo-nos de pés descalços, como diz Natália Correia? Vamos ser tudo e sempre? Fazer do mundo uma terra de gente com olhos de pássaros e coração de mar? Vamos mudar e remar, amar e contar, reinar e nadar contra medos e derrotadores? Vamos ser peixes no lago dos nossos melhores sonhos e deixar que se riam da nossa liberdade cheia de festa? Vamos ser loucos, perdidos nesta Felicidade de querermos ser inteiros?
Não se cansem de serem únicos.
Abraços fortes!

12 comentários:

Jorge disse...

Bonitas palavras.
Abraço.

margarida disse...

o Jorge ten razao bonitas palavras !
entao nao faz reportagem na praça da alegria esta semana ?
beijos y parabens para o teu trabalho fantastico :)

inês leal, 31 anos à volta do sol disse...

VAMOS! *

Anónimo disse...

Onde se apanha esse barco? Também quero ir a bordo... Xi

Cotovia disse...

É uma felicidade ser-se inteiro, mas para se ser inteiro tem de se ser parte. Uma parte somos nós outra parte são os outros.
Uma maçã só é inteira, só sabe que é maçã se for parte de uma macieira.
Se todos formos inteiros sozinhos, juntos não somos nada, nada formamos.
Fazer do mundo uma terra de gente com coração de mar, ainda me agrada, tendo em conta o embalar das ondas. espero que não a fúria do Mar revolto.
Agora fazer uma terra de gente com olhos de pássaros, não sei se me agrada tanto, isto porque os pássaros têm visão telescópica, vêm tudo, eu penso que isso acarreta dor e sofrimento, "ver demais", estar atento ao mais pequeno pormenor pode não ser só positivo...

Maria de Lourdes Beja disse...

Quanta euforia !!! Mas também quanta confusão ! A sua correspondente COTOVIA está a alertá-lo para a sua e nossa pertença a um todo,esse nosso "LAGO" onde o Helder parece querer ser "único",mas que é afinal o caldo de cultura onde todos aprendemos a ser tudo para todos,a sermos um POVO...

Ágata disse...

è mesmo verdade....
Ás vezes deviamos ser capazes de largar tudo e voar, fazer tudo aquilo que sempre quisemos e que esta sociedade não nos deixa.
Que raio de vida é esta que nos dá tudo, que nos mostra tudo, mas que não nos deixa fazer aquilo que queremos?
Continua assim Hélder, tens muita coisa dentro da cabeça que eu tenho curiosidade em escutar.
Beijos e parabéns pelo teu tarbalho e por serse o querido que sempre és...
Porque é que toda a gente te adora???

PhilStudio disse...

Acreditar também é sonhar... mas os sonhos realizam-se!
Eu acredito.

Anónimo disse...

é sempre um prazer cruzar-me com o Helder!!! num MODELO perto de mim . . .bjs
PB

Cotovia disse...

Bom, já que o nosso autor, o nosso blogista, nada diz... venho eu aqui cantar:
Um HIP HIP HURRA para todas as MULHERES!!!

Sandrocas disse...

O mais importante na vida é sermos únicos...
Se todos soubermos sê-lo, o mundo andará bem melhor, porque existirá respeito pelo próximo!

Bjs

Lálá disse...

Concordo, Hélder! :) Toda a gente é única e especial, diferente :) ainda bem! Já imaginaste que seca que seria, se fossemos todos iguais? :) Eu sou diferente das outras e dos outros que conheço. Muitas vezes sou rejeitada e gozada por causa disso, mas embora fique triste, não me preocupo, e frequentemente no fim...pensando bem...fico feliz e sinto orgulho em ser como sou :) Bjnhs Lara Rocha