sexta-feira, agosto 10, 2012

COMO É QUE SE FAZ?

Ora Viva

ISTO NÃO É UM LAMENTO.

Tenho 37 anos e constantemente não sei como se faz. Não sei fazer um bom arroz de forno. Nunca sei dar a ferro uma camisa. Não sei fazer a papelada do IRS. Não sei quando se plantam as alfaces. Não sei mudar uma fralda. Não sei fazer contas de cabeça. Não sei podar uma árvore. Não sei escrever romances. Não sei representar. Não sei se o copo na mesa é do lado direito ou esquerdo. Não sei o que se faz quando uma pessoa que não conheço bem desata a chorar....Ia por aí fora....

Não temos que saber tudo. Ainda bem. Eu não sei nada, acho que é do convívio com quem sabe muito. Melhor, sei bastantes coisas, mas deparo-me muitas vezes com coisas que não sei. E agora?

Há vantagens em não saber. Claro. O querer saber mais. Mas mais tarde ou mais cedo outra coisa vai surgir que não sei, e até devia saber, e pronto fico na mesma.

Por exemplo, entrar numa livraria....a quantidade de livros que nem lhe conheço o nome...e devia...e não sei. E agora? Será que há aquela altura em que saberei tudo, ou mais de tudo? Ou, sem a ignorância atrevida, serei sempre o tipo que não sabe...e pronto. E isto..será defeito ou feitio...esta coisa do não saber?

Confesso, às vezes gosto e prefiro não saber. A curiosidade leva-me para tantos outros lados...e aqui é feitio.

Enfim.
Se tiverem respostas...façam o favor.

Abraços
Hélder

5 comentários:

disse...

Existe sempre alguém para nos ensinar, basta perguntar!
Saber tudo torna-nos imperfeitos, saber de menos pouco inteligentes, o que importa mesmo é saber o necessário para que a curiosidade pela vida não se perca. Só assim posso sentir-me útil e realizada, pois sei que tenho algo para oferecer que vai para além dos objetos materiais.
Obrigado.
Beijinhos de sabedoria
Já agora (segundo ensinamentos de quem sabe mais do que eu sei) o copo, aqui por casa, coloca-se sempre do lado direito, junto à faca. O;DDDD
O;D

Denise disse...

Olá!!! Senhor Helder,não tens a obrigação de saber tudo,mas tem sim o direito de perguntar,aprender,gostei do que li,isso é um bom sinal,sinal esse de que és humilde,confeçando não saber algumas coisas e não se julgando o sabe tudo,entende? Sinal de que és um ser humano maravilhoso!!! Abraços daqui do Brasil...:)))

Anónimo disse...

Na vida tudo se aprende,com mais ou menos jeito, mas basta querermos muito que conseguimos.
É impossível sabermos tudo, mas isso não nos faz menos inteligentes, porque o conhecimento não tem necessariamente a haver com a nossa inteligência.
Não podemos ser demasiado exigentes com nós próprios(nem com os outros), porque se o formos, com certeza que um dia a nossa saúde mental vai ser afetada, não somos seres perfeitos e vivemos num mundo onde não existe tal qualidade. Por isso, calma...somos apenas seres humanos e estamos sempre a aprender...

disse...

Boa noite!

Passo pelo Água em azeite para deixar-te um beijinho.

O;D

Lara Rocha disse...

também não sei muita coisa, também não consigo escrever romances...o porquê já te disse :) ainda não me livrei disso...tento, mas não sai...só imagens perdidas na minha cabeça...desejos desmaiados...flashes...mas palavras para o papel...nada! Não sabemos nada mesmo :)