quinta-feira, dezembro 15, 2011

À deriva

Ora Viva

Andar à deriva....é... às vezes andamos entre a chuva e o vento, as passadeiras cheias de gente e os museus vazios...andamos entre cafés e corredores, livros deixados a meio e roupa que não gostamos. Sítios que não nos apetece e conversas que nos aborrecem. Já lá nos dizia o Variações: estar onde não se está, ir onde não se quer ir.... À deriva...perdidos de nós, afinal de contas somos espaçosos por dentro e por vezes por fora....

O bom da questão é que sabe bem encontrar o norte e renovar sentidos, uma reconversão, eu acredito em 2as, terceiras e quartas oportunidades....acredito na mudança, nos novos caminhos que queremos e ponto.

Ando à deriva....mas vou encontrar a saída por um portão que dê para um jardim virado para o mar.

Até já

Hélder

8 comentários:

Anónimo disse...

Olá Hélder,

Foi muito bom ler-te e sentir-te assim...
Tudo de bom agora e sempre...

Um beijinho,

Carla M.

Anónimo disse...

À deriva, sistematicamente, soltos, vazios…
com tempo de abraçar o tempo, com tempo de voar para outro lado qualquer.. com tempo para desejar caminhar por campos verdes planos e sentir as nuvens!! Ou simplesmente com tempo para passar um novo tempo!
1Abraço
Anon82

disse...

Todos nós em momentos das nossas vidas andámos, andamos ou iremos andar à deriva. Faz parte do nosso crescimento enquanto Seres Humanos! Retornar às nossas origens, acomodar as aprendizagens realizadas e, recriármos a nossa pessoa. Quando ando à deriva procuro a familia, o conforto da minha casa, o sorriso da criança e as memorias da minha infancia. Ahahah que saudades...

Que a luz mágica do natal ilumine o teu coração fazendo-o brilhar intensamente.

Votos de um Feliz Natal.

Acredita!

Anónimo disse...

OI Helder!! Tudo bem contigo? A tempos eu não vinha ao teu blog,hoje resolvi passar aqui para te deixar um abraço e te dizer para andares a Deriva por cá no Brasil...ehehehehe é brincadeirinha beijo grande e fica com Deus!!!:))))

aNa disse...

às vezes é preciso andar à deriva para encontrar outro rumo. é no acaso que as melhoras coisas acontecem :) e acho que ando assim, ao sabor dos acontecimentos . belas palavras

cumprimentos

disse...

Boa noite!

Votos de um bom ano!

Como te sentes? Mais animado? Já encontras-te o teu jardim virado para o mar?

Acredita em ti! Vais conseguir.


Um beijo quente.

O;D

P.S. Para quando um novo post? Saudades das tuas escritas.

Anónimo disse...

foi a primeira vez que vi aqui nesse blog e adorei e mesmo bom asrscrituras que tu escreves
un beijo

Lálá disse...

Quem não anda à deriva...:) algumas vezes na sua vida? :) Acho que ás vezes é bom perdermo-nos no embalo das ondas da imaginação, do não ter nada planeado, do querer mudar alguma coisa...até andar no mar revolto dos desejos e dos sonhos aparentemente impossíveis. Mais tarde ou mais cedo, no caus encontramos uma saída...às vezes aquela que menos imaginavamos ser a melhor...e é mesmo o nosso norte :) A vida tem destas coisas ;) Bjnhs Lara Rocha.