domingo, novembro 21, 2010

CHUVA




Ora Viva


Se para uns a chuva é romance, lareira e vinho, para outros significa uma solidão molhada, onde a luz custa entrar.

Quando chove o cenário muda e ponto. Molhamo-nos ao sair do carro, ensopamo-nos para chegar ao trabalho, apanhamos o dobro do transito e para finalizar: o pingo no nariz.

Como é que a chuva pode ser um bom lugar para se comer um bocado de felicidade? Tudo custa, até passear o cão. Tenho amigos apaixonados por este milagre húmido das nuvens...mas é difícil perceber.

Pessoalmente prefiro o sol, até pode ser frio, mas que seja luminoso. Não troco um dia frio de Inverno, com sol, luz meiga, casaco quente, luvas, um café na baixa, um gorro, um dia onde todos os cenários de chuva têm ângulos quase diferentes... mais claros, limpos e iluminados.

Até amanhã

6 comentários:

Erica Vilarinho disse...

Tudo custa, de facto. Cresci sob o calor doce e abafado desta estrelinha que há dias não brilha (quente) por cá..sinto-me assim murcha, assim fria, assim água e sal. É torcer para que ele não demore!! =) beijo ensolarado hélderico!!

Anónimo disse...

Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.
Ambos existem; cada um como é.
Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"
Sinceramente também não gosto nada de chuva , frio ou seja do Inverno mas um dia de chuva pode ser tão belo como um dia de sol depende do nosso estado de espírito....

Amigos e cozinhados disse...

Querido Helder,
Confesso-te que gosto muito de dias luminosos de sol, mas também não desdenho de um belo dia de chuva à lareira, com uma mantinha, um chá, o cheirinho de bolo acabado de fazer pela casa... e a chuva a cair lá fora! Claro que quando temos uma casa quentinha e todos estes aconchegos, qualquer dia é um bom dia! Desde que estejamos com aqueles de quem gostamos... E nestes incluo os amigos. :)
Beijinhos, rapaz fugidio!

Transmontana disse...

Olá, Helder!
A chuva provoca algumas contrariedades na nossa vida, mas uma geada como a que hoje temos em Trás-os- Montes, se o sol não brilhar e nos aquecer, é um frio que nem calcula!!!
Eu gosto mais do sol, até porque me lembro dos que têm pouca roupa par se vestir...
Tudo faz falta! Haja saúde, que nós cá nos arranjamos!
Um abraço!
Anita

Anónimo disse...

Pessoalmente já procuro não pensar no desconforto que a chuva me causa. É da forma que os níveis de concentração para o trabalho aumentam… parece mentira, mas não é.
A ausência do sol e do bem-estar associado, tira-me na maioria das vezes a vontade para pensar nas coisas boas da vida, ou melhor, vejo-as de uma outra forma.
Ainda continuam a existir tantas coisas boas, que continuam a ser boas com a chuva.
E se não chovesse durante 5 anos, iria certamente dar pela falta de um dia de trânsito e da roupa ensopada… Mas assim é o ser humano.. está sempre a procurar novos estímulos.
Qualquer das formas, confesso que também prefiro a toalha na praia, a brisa quente e as vitaminas do sol a entrarem dentro de mim…
Um grd abraço.
Anom.82

Lálá disse...

Eu até tolero a chuva, mas não por muito tempo! :) É claro que ela é necessária, mas há limites...se for por muitos dias seguidos deprime. Gosto de ouvir a chuva a cair, principalmente se estiver abrigada...a chuva a bater nos vidros é um som muito fixe! Mas também prefiro mil vezes o sol...pela sua luz...torna tudo muito mais bonito. Bjs Lara