sexta-feira, junho 04, 2010

Eu!

Ora viva

Obrigado a quem passa e fica....

Verão. Calor. Tudo mais próximo. Tudo mais leve....

Estava numa esplana à beira mar....um grupo de senhoras dirige-se a mim. Palmadinha nas costas e dizem: - você é tão simpático.... Eu respondo: - nem sempre, não sou sempre simpático. A conversa continuou, o meu sossego de sol terminou, mas foi agradável a conversa de beira mar.

Não sei se foi o mar e os abraços de sol que me apuraram para dizer aquela verdade: NÃO SOU SEMPRE SIMPÁTICO. Mas soube-me bem. A vida afunda-nos a todos, verdade? Família doente, nós doentes, falta de dinheiro, dores de amor, problemas no trabalho...a listas das crises é longa. Todos temos as nossas cruzes, sempre me disse a minha vizinha de infância, a D. Lucília. E nesses dias não consigo ser simpático, mas educado....isso sempre (assim me esforço)... É muito fácil ser-se simpático durante um programa onde a nossa felicidade está toda ali e os poblemas ficam todinhos em casa, fechados e calados...mas depois da TV há a nossa vida, a das cruzes....

E quem a verdade confessa....

Abraços a todos

5 comentários:

Anabela disse...

Olá,
Eu passei e fiquei :)))
Parabéns pelo blog!

Anónimo disse...

pois ... imagino que nem sempre é facil... !!
ouvi dizer que escreveu livro para crianças!! certo? vai estar na fnac em gaia?? quando??

saudades tenho de ouvir o hino da praça pela voz de Heder Reis!!
um beijinho

PB

Anónimo disse...

"E quem a verdade confessa..." merece perdão :)

Toda a gente tem os seus dias... há dias em que as cruzes são mais leves outros nem tanto assim e inevitavelmente nos deixamos absorver.
Mas façamos por ser sempre simpáticos e principalmente dar um sorriso a quem nos olha com ‘tantos olhos’.
De quem te gosta :)

SA

Anónimo disse...

mas esse sol parece diferente e tão inacessível...
se calhar é o reflexo desse sol que não deixa ver as cruzes.
mas que deve fazer bem à alma .. isso deve.
Um abraço
Anónimo82

PosterGirl17 disse...

Olá, Hélder!
Como eu te compreendo. De facto a vida não está fácil e mesmo com problemas temos de ser acima de tudo educados. Eu também tenho dias em que me sinto menos simpática, mas nunca deixo de tentar ser educada.
Beijos