quarta-feira, janeiro 13, 2010

O REGRESSO DO MEU TELEMÓVEL

ORA VIVA







É verdade, devolveram-me o telefone. Tudo graças ao meu post aqui no blog. Não vou contar a história de quem o devolveu, mas posso dizer que é um jovem, e que estou certo que um dia vai perceber a importância de devolver algo que tem muito de nós.



Ainda não consegui estar com ele, porque estou a recuperar de uma gripe, mas estarei e terei todo o gosto em lhe agradecer pessoalmente.



O mundo não muda por pequenos gestos, atenções, ou devoluções, mas pode tornar-se num espaço bem mais agradável de se viver.



Uma história com final feliz no ano de 2010.



E sim, é verdade.....vivo sem o telemóvel, mas com algumas dificuldades!!!!!!!!!!

6 comentários:

Sónia disse...

Olá Hélder,

Que bom :-)ainda bem que conseguiste recuperá-lo.É verdade, mesmo que não consigamos mudar o mundo, se conseguirmos mudar pequenas coisas, já é muito bom.
Desejo-te as melhoras para essa gripe.
E claro que conseguiriamos viver sem telemóvel, há uns anos também se vivia, só que agora ia ser mais complicado :-)

Bjinhos, as melhoras.Sónia

Denise disse...

Ufaaa!! Graças a Deus!!
Fiquei super feliz com esta notícia...acredito que seria complicado sem o teu telemóvel aqui para nós(celular).Abraços :))))

Anónimo disse...

Olá Hélder,

Fico muito feliz com a notícia da devolução do teu telemóvel... Tiveste muita sorte, mesmo muita sorte...Não é nada comum isto acontecer nos dias de hoje. Pode-se dizer que de certo modo até que começaste bem o ano :-)...Só é pior essa gripe, desejo-te as melhoras rápidas meu querido.Agora já podes telefonar aos teus amigos que não lhe pegas a gripe :-) :-)
Um abraço cheio de saúde para ti e um beijinho com muito carinho, vais ver que vais ficar bom num instante... :-)

Carla M.

Cidchen disse...

Ainda bem que te devolveram o telemóvel. Não é nada normal. :D

Um telemóvel é importante nas nossas vidas, tem muita coisa guardado. Eu às vezes ponho-me a pensar como é que antigamente não havia nada destas coisas (nem a Internet) e viviamos na mesma.

Um beijinho *

Erica Vilarinho disse...

.. ainda é possível acreditar na honestidade e boa vontade das pessoas.

:-)

Lálá disse...

Que lindo, Hélder :) Tiveste muita sorte em reencontrar o telemóvel. E ainda por cima consegues perdoá-lo...hummm...:)! A mim e familia já roubaram muita coisa e não nos devolveram :( enfim! bjnh Lara Rocha